• Dra. Michelle Leser

Cárie Dentária

A cárie dentária é a patologia que mais acomete a cavidade oral, sendo o principal motivo de perda dentária. É considerada um dos maiores problemas de saúde pública e o mais investigado em todo o mundo pelos pesquisadores. Antes dos anos 70, os estudos apontavam índices elevados de doença cárie na população brasileira e, a partir desta década, isso foi alterado. A queda na prevalência da doença cárie, foi confirmada através dos levantamentos epidemiológicos nacionais, fazendo com que os índices ficassem cada vez mais próximos das metas determinadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Na busca do controle das causas da atividade cariogênica, é necessário antes de tudo, fazer o correto diagnóstico (determinação de risco de desenvolvimento de lesões cariosas) e estabelecer o plano de tratamento. Em seguida, é responsabilidade do profissional informar o estado de saúde/doença de cada indivíduo e esclarecer sobre o desenrolar do tratamento. Deve-se informar sobre o papel da placa bacteriana, a importância da higiene oral e do uso moderado de açúcar. Uma dieta com uma elevada ingestão de alimentos ricos em sacarose faz com que cresça o predomínio de lesão de cárie. Variáveis comportamentais, como o uso do fio dental e escovação diária, nível de percepção de saúde bucal, acesso e utilização de serviços odontológicos, são fatores que podem influenciar a incidência da doença cárie. Em tempos de confinamento social, muitas pessoas estão comendo mais açúcar do que o normal e deixando um pouco de lado os hábitos de higiene oral, por isso a Tip Odontologia recomenda: comeu açúcar, corra e escove seus dentes, para que o risco de aumento da doença cárie não ocorra nesse período. Fonte: Livro de Odontologia Integrada Revista de Saúde Coletiva UEFS (vol 9, 2019)


5 visualizações

Responsável Técnico: Michelle Machado Leser - CRO 26759/EPAO 2797 

© 2018 por TIP Odontologia. Desenvolvido por BG Studios